Hérnia de disco: sintomas tratamento e prevenção

hérnia de disco

A hérnia de disco, que recentemente foi notícia por colocar em risco a participação da atleta Fabiana Murer nos jogos olímpicos e deixar Anderson Varejão fora das competições, é uma condição relativamente comum dentre os problemas que acometem a coluna.

O que são as hérnias de disco

A coluna vertebral é composta por 33 vértebras, dentro delas há um canal por onde passa a medula nervosa ou medula espinhal. Entre as vértebras cervicais, torácicas e lombares, localizam-se os discos intervertebrais, constituídos de um anel de tecido cartilaginoso e elástico cuja função é evitar o atrito entre uma vértebra e outra e amortecer o impacto. A hérnia de disco aparece quando parte dessa estrutura sai de sua posição normal e comprime as raízes nervosas que emergem da coluna e se dirigem para o resto do corpo.

 formação da hérnia de disco

 

 Causas

Fatores hereditários são os que mais provocam hérnia de disco, no entanto traumas de repetição no trabalho e no esporte, traumas direto, o fumo e a idade avançada também são motivos de lesões degenerativas.

O sedentarismo é um fator determinante para dores nas costas oriundas da hérnia de disco e de outras doenças, pois as pesquisas comprovam que a atividade física qualitativa para coluna é um fator de extrema importância para melhora e prevenção das dores nas costas. A sustentação da coluna é feita pela musculatura. Pouco exercício e excesso de peso podem provocar gradativamente a falência desse sistema muscular e o aparecimento de uma dor lombar que piora com o exercício.

Sintomas

Os sintomas da hérnia de disco podem ser diferentes de um indivíduo para o outro, pois depende da sua localização e intensidade de compressão. Geralmente caracteriza-se por dor localizada nas costas que, normalmente, piora com os movimentos, podendo intensificar quando se tosse, ri ou mesmo com esforço para evacuar.

Esses sintomas podem surgir subitamente, desaparecer espontaneamente e retornar em intervalos imprevisíveis. Mas podem também ser constantes e de longa duração.

 

causas hérnia de disco

 

Tratamentos

Uma boa notícia é que a história natural da hérnia de disco mostra que a maioria dos casos cicatrizam e acabam sendo reabsorvidos (diminuem) com o tempo. Esse período para a reabsorção é muito variável de paciente para paciente, podendo ser de algumas semanas até alguns meses. Trata-se de um processo natural de cura que pode efetivamente ocorrer ao longo do tempo. Em alguns pacientes a reabsorção pode demorar muito ou até mesmo ocorrer uma calcificação do disco, levando a sintomas persistentes. É imprescindível procurar um ortopedista, para que ele faça uma avaliação e determine o melhor tratamento para o quadro.

O tratamento para hérnia de disco pode ser feito com:

 

  • Sessões de fisioterapia;
  • Medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos;
  • Natação orientada pelo fisioterapeuta especialista em terapias aquáticas;
  • Pilates orientado pelo fisioterapeuta especialista em técnicas de Pilates Clínico;
  • Uso de cintas para apoiar a coluna vertebral ou uso de colar cervical, por um curto período de tempo;
  • Sessões de osteopatia que deve ser realizada pelo osteopata ou fisioterapeuta especialista em osteopatia.

 

Se estes tratamentos forem devidamente realizados, mas não forem o suficiente para travar a dor e melhorar a qualidade de vida do paciente, há indicação para realizar uma cirurgia na coluna.

 Os procedimentos cirúrgicos hoje estão bastante evoluídos e menos invasivos.No caso de cirurgia para tirar a hérnia, há dez anos, era necessário uma incisão de dez centímetros e a recuperação do paciente variava de dois a seis meses, com sucesso de 70% a 80%. Hoje, no procedimento por vídeo, a incisão é de menos de um centímetro e, de dois a três dias, a pessoa já retoma as atividades normais. E 90% dos pacientes têm melhora dos sintomas.

 

 

 

Comentários

Carregando... Por Favor Aguarde.