Lombalgia é uma das principais queixas dos pacientes da COT

Especialista em coluna, Dr. João Ricardo da Rocha Bohrz, está há mais de cinco anos na COT. Diariamente ele ouve e trata inúmeras queixas relacionadas à coluna, mas responde com convicção e sem consultar prontuários, que o principal problema atendido e tratado por ele é a lombalgia.

As dores ocorrem na parte inferior da coluna vertebral. “As causas da lombalgia são variadas, contudo a questão postural está entre os principais fatores de risco. É necessário que tenhamos mais cuidados com nossos hábitos. Geralmente a lombalgia está relacionada com a postura incorreta ao deitar, sentar ou realizar qualquer atividade do dia a dia”, explica Dr. João Ricardo.

Outros fatores também podem causar a lombalgia: hérnias de disco, inflamações e infecções, artrose ou escorregamento de vértebra; sedentarismo; obesidade; fatores genéticos; envelhecimento e até questões emocionais.

O trânsito é um dos principais vilões da lombalgia

Os taxistas, motoristas de ônibus e caminhões, mais recentemente quem optou por ser motorista da Uber, precisam tomar cuidados para evitar a lombalgia. Antes das inovações tecnológicas, por exemplo, o câmbio automático e os vidros elétricos, o corpo encontrava mais ocasiões para fazer aquilo que lhe é inerente: mover-se. Hoje, dirigir por longas horas pode ocasionar freqüentes dores nas costas.

Portanto, motoristas e passageiros que passam por longos períodos no trânsito, não podem abrir mão de certos cuidados com a coluna. Fique atento ao encosto, que deve fornecer um suporte lombar para que a lordose seja mantida, evitando assim futuras dores lombares ou prevenindo o agravamento das lesões já instaladas.

Outras dicas para evite a lombalgia e as dores nas costas

  • Procure não dormir de bruços, mas de lado e com um travesseiro entre os joelhos; ou de barriga para cima, com um travesseiro atrás do joelho;
  •  Opte por colchões semiortopédicos;
  • Ao levantar da cama, vire o corpo para o lado e comece a se levantar de lado. Não levante-se para frente;
  • No trabalho, opte por cadeiras que não reclinem para trás e que possuam apoio para os braços; ao sentar, use todo o encosto e deixe os pés totalmente encostados no chão.
  • É importante lembrar que as mochilas devem ser usadas com as duas alças, além de cuidar com o excesso de peso, principalmente nas crianças.

Comentários

Carregando... Por Favor Aguarde.