Dicas para manter os ossos do corpo fortes a partir dos 30 anos

cuidados depois dos 30 anos

Aos 30 anos de idade os ossos do corpo atingem o seu pico de densidade óssea. A partir daí, é imprescindível que os cuidados se tornem ainda mais intensos, já que o esqueleto vai naturalmente enfraquecendo. A verdade é que não há como evitar esse processo do corpo humano, mas existe como retardar e diminuir as chances de doenças degenerativas. 

Além do tempo, vários são os fatores de risco quando se fala em saúde dos ossos: a falta de cálcio na alimentação, antecedentes familiares, pouca exposição à luz solar e o uso de medicamentos corticoides, são alguns deles. Maus hábitos, como tabagismo, alcoolismo e sedentarismo também intensificam o enfraquecimento. 

O cuidado é importante em qualquer faixa etária e sexo, porém, as mulheres são as mais acometidas pela osteoporose -uma das doenças mais comuns de enfraquecimento dos ossos. A SBOT (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia) afirma que, a partir dos 50 anos, 30% das mulheres e 13% dos homens podem vir a sofrer com fraturas por causa da doença. A deficiência hormonal, que ocorre na pós-menopausa, é vista como um dos fatores responsáveis pela fragilidade óssea. 

Alimentação balanceada e atividades físicas são algumas formas de prevenir essa doença e garantir um corpo forte que conseguirá manter-se em movimento por muitos anos.

 

Alimentação 

Alimentos ricos em cálcio, vitamina D, vitamina C, selênio e proteína ajudam no fortalecimento dos ossos e articulações.   Um dos nutrientes mais importantes é o cálcio, que auxilia na construção e manutenção dos ossos. Para cada faixa etária de idade, existe uma quantidade recomendada do nutriente. Veja:

Idade

Quantidade de cálcio recomendado

1 a 3 anos

500 mg

4 a 8 anos

800 mg

9 a 18 anos

1.300 mg

19 a 50 anos

1.000 mg

+ 50 anos

1.200 mg

 

Alguns  dos principais alimentos para uma dieta de fortalecimento são: leite, lacticínios e seus substitutos, iogurte puro, vegetais de folhas verdes, cereais matinais fortificados com vitaminas, frango, peixes como sardinha, salmão e truta arco-íris.

Importante: laticínios costumam ter muita gordura, por isso cuide na hora de comprar. Opte pelos produtos mais “magros”, como leite desnatado, iogurte com apenas 2% de gordura e queijos brancos. Os ossos são constituídos por 1/3 de colágeno, que nada mais é do que proteína, então, procure ter sempre na dieta alimentos que sejam fonte desse nutriente, principalmente peixes e frango. 

 

 

Atividade física  

A atividade física é fundamental para manter a densidade óssea, reduzir as dores nas articulações, evitar os quilos a mais, que sobrecarregam o corpo, e manter o equilíbrio, que reduz as quedas. Na rotina de exercícios, é importante incluir atividades aerócas, de fortalecimento da musculatura, de flexibilidade e equilíbrio. Caminhada, dança, subida de escadas e musculação são ótimos para prevenção e para quem tem osteoporose. 

Curso de CadáverLab Depuy Synthes em West Palm Beach

Dr.Daniel Figueiredo e Dr.Rodrigo Machado participaram do Primeiro Curso de CadáverLab Depuy Synthes em West Palm Beach - Miami - EUA.

O objetivo do curso foi a atualização no tratamento das fraturas e suas complicações com implantes modernos (hastes e placas) e cirurgia minimamente invasiva, com menores incisões cirúrgicas, menor tempo cirúrgico, menor sangramento e melhora na dor pós-operatória. Tais implantes estão disponíveis no Brasil e são frequentemente utilizados pela equipe de Traumatologia da COT - Joinville.

Carregando... Por Favor Aguarde.